#BBB17 — QUEM DEU O QUE FALAR EM 24H

A DINÂMICA DA PRIMEIRA SEMANA

Se uma semana é pouco tempo para conhecermos um participante, que dirá DEZESSETE de uma vez! Assim, a ideia de colocar os dois pares de gêmeos num pré-paredão para tirar um de cada parece uma grande burrada.

Soma-se a isso a ideia de que, além de perder 2 participantes no domingo, haverá mais um paredão para eliminar outro participante na terça! Assim, em menos de 8 dias, daremos adeus a 3 participantes! Além de dissipar os sonhos e os potenciais dos participantes, a direção/produção do #BBB17 está prestes a dar um tiro no próprio pé. Uma vez que levou meses para selecionar os concorrentes, mas abrirá mão de vários deles prematuramente.

GÊMEAS & GÊMEOS — A DECISÃO

Isso posto, vamos aos fatos, já que chorar pitangas não demoverá a emissora a voltar atrás em suas decisões, aliás, anunciadas previamente à exaustão. Uma grande corrente na Net parece preferir Emilly a Mayla. Devemos lembrar que, embora acredite ter a palavra final nas decisões relacionadas ao programa, o povo dos sites e das redes sociais já foi tombado outras vezes.

Assim, não me surpreenderia que Mayla ficasse na casa. Devo dizer, porém, que para mim será uma tristeza ver esta separação, até pelos acontecimentos recentes em suas vidas particulares, creio que tanto a remanescente quanto a eliminada sofreram o baque. Elas são muito ligadas, e se protegem! Se completam! O que é muito legal de ver!

No caminho diametralmente oposto, temos a rivalidade entre Antônio e Manoel afloram. O que também seria MUITO curioso de ver. Recentemente, pudemos acompanhar a adaptação televisiva do livro “Dois Irmãos” e é legal pensar que os gêmeos do BBB não chegam aos extremos da minissérie, mas estão começando a demonstrar uma certa animosidade na competição pela vaga como participante oficial.

Aliás, Antônio parece mais empenhado em fazer absolutamente tudo, tudo mesmo para permanecer na casa. Manoel, desde a pré-estreia, alterna momentos de euforia e apatia. Antônio é exagerado, ostentivo e, por isso mesmo, na minha opinião, uma peça fundamental para o início do #BBB17.

O desconforto criado por Antônio, com suas brincadeiras sem graça e e sua disposição para passar por cima até do próprio irmão na corrida pelo prêmio, tira os participantes daquele lugar comum ao início de todos reality shows: o acampamento de férias. Antônio já percebeu que há uma divisão na casa, porém, em sua imaturidade, não conseguiu detectar que é ele mesmo quem provoca isso, na companhia de Vivian e Mayara.

Não vejo qualquer diferença entre Vivian e Mayara quanto ao que já apresentaram. As duas também parecem dispostas a tirarem qualquer um do caminho para se destacar. Porém, estão silenciosamente usando uma a outra. Elas se uniram rapidamente para atacar uma terceira: Gabriela Flor. O que rendeu muito assunto na tarde de hoje. E olha que estamos apenas no terceiro dia de programa.

Com isso, quero dizer que nem Antônio, nem Vivian, nem Mayara e muito menos seu alvo preferencial, Gabriela, deveria ser eliminado do programa, pois todos rendem polêmica. Gabriela também polarizou opiniões graças às suas caras e caretas ao entrar na casa e na forma como, conscientemente, desistiu da prova do líder, prejudicando as chances da colega Elis, com quem formava dupla.

MAYARA X GABRIELA FLOR

Muita gente caiu em defesa de Gabriela, alegando várias questões internas e externas para defendê-la. Argumentos que foram de pressão baixa até questões familiares mais graves foram levantadas. Nada disso, contudo, para mim, justifica o fato de Gabriela saber que não estava preparada para enfrentar uma prova de resistência e, mesmo assim, não abrir mão da vaga, já que os gêmeos tinham que tirar alguém da competição. Além de não facilitar a escolha deles, Gabriela demonstrou egoísmo, aliás, a parte do ego é o que mais chama atenção.

Apesar de ser bombardeada pelo trio Antônio, Vivian e Mayara, Gabriela não sabe disso. Eles falam pelas costas da garota e, neste sentido, as mentiras propagandas pelas torcidas de Gabriela para queimar os outros concorrentes têm se mostrado uma estratégia muito mais rasteira do que a usada pelos participantes.

Sobre isso, gostaria de lembrar que: eles lá estão no confinamento, lutando pelo prêmio. As pessoas aqui fora, não. Assim, podemos julgar o comportamento de cada um deles, que se dispuseram a isso em nome de uma chance de enriquecer ou ganhar fama. Mas, também podemos julgar, ou ao menos observar, o movimento destas torcidas.

A de Gabriela, por exemplo, já havia se formado antes mesmo de ela colocar os pés no programa. Movidos pelas informações e as fotos de Gabriela, muitos fãs já estavam se degladiando com os de Vivian, que, por sua vez, também não conheciam de fato a participante. A fúria destes estetas sinaliza uma falsa de visão de mundo, ao meu ver, assustadora. Como se, por serem bonitos, alguns confinados fossem elevados ao status de intocáveis.

Noto que também Manoel possuía uma concorrente forte de apoiadores antes do programa. E o comportamento de Antônio apenas serve de pretexto para quem se justifique a escolha prévia. Também isso me assusta: como o simples fato de uma frase na chamada do programa, dizendo que “este é o gêmeo mau, esse é o bom”, sirva como verdade incontestável.

Manoel demonstrou-se, além de apático, bastante intolerante. Fez um comentário homofóbico quanto às músicas tocadas na noite da pré-estreia. Recusou-se a beber, isolou-se sendo que estava com apenas outras três pessoas (e uma era o irmão!). Jogou-se para cima das gêmeas (sim! Mesmo fingindo que não) e agora está investindo em Vivian, pelas beiradas. E depois ainda puxou uma corrente de orações, pra pagar de santo! Neste sentido, penso o que faz dele melhor do que o falante Antônio. As visões de muito parecem muito semelhantes no fundo, porém, um expõe mais o que pensa do que o outro.

Daí, pergunto: vamos deixar Manoel, aquele que pouco acrescenta, apenas para punir Antônio por seus excessos e vontade de jogar? Vamos desperdiçar DE CARA um potencial vilão para deixar uma planta em potencial? Por quê?

VIVIAN SAIRÁ ILESA?

Para punir Mayara?! É engraçado como as pessoas também têm se empenhado em selecionar o que falam para, com isso, deixar recaírem todas as críticas sobre Mayara, sendo que Vivian também já fez declarações pouco louváveis. Vivian não está atrelada a Mayara por obrigação e, além de não reprovar o que a outra diz em nenhum momento, concorda muitas vezes, completa as ideias e tece comentários bastante depreciativos.

É interessante notar que as frases de efeito das novas líderes (as primeiras mulheres a compartilharem do cargo máximo na história do BBB) começaram tão logo venceram a prova de resistência. Elas trucidaram Ilmar, criando tanto os pensamentos dele, quanto sua forma física. Ambas confessaram subestimar a força de Marinalva. Porém, ao que parece, nada disso foi relevante ao povo da net. Por quê? Ilmar e Marinalva não possuem a mesma beleza óbvia de Gabriela.

Gabriela, que, num trocadilho infausto, não parece ser Flor que se cheire. Ela está praticando com bastante empenho uma estratégia de jogo já vista algumas vezes no BBB. Abusando do autoisolamento, Gabriela coloca-se na posição de diferentona, para, ao mesmo tempo, chamar a atenção do público e para começar a traçar o caminho de perseguida.

Vi muita gente falando que Mayara, que alega ter sofrido bullying na adolescência, está praticando o mesmo com Gabriela, sendo que as duas sequer falaram. O tal bullying sofrido por Gabriela nem chegou aos ouvidos dela, então como pode ser vítima? O que há é, novamente, uma série de frases infelizes ditas por Mayara, Vivian e Antônio.

Deixar participantes que agem como os três no programa, não seria a melhor estratégia para proteger os próprios queridinhos? Deixar os participantes com menos chances de ganhar me parece o caminho óbvio a ser seguido pelas torcidas organizadas, mas estas quase sempre adotam o caminho contrário, demonstrando soberba de que tudo podem para tombar quem quiserem, na hora em que quiserem… Enfim!

GABRIELA, A CHEIA DE GRAÇA OU A CHEIA DE SI MESMA?

O que Gabriela mais vez durante o dia todo foi dar mostras desta mesma autossuficiência. Será que é por isso que já tem tantos fãs? Estariam eles se projetando nela? O fato é que Flor passou o dia conversando com as câmeras, e pouquíssimo com os colegas. Não demonstrou nem um pouco da tal tristeza que apontaria como verdadeiros os motivos que levaram a ter o comportamento na chegada à casa.

Novamente, não posso deixar de ver nesta postura dela uma estratégia de não permitir que ninguém brilhe às custas delas, ela se basta e se consome na própria imagem. Narcisista ao extremo, Gabriela não parece muito disposta sequer a criar em torno de si elos de proteção com os colegas, muito menos fazer amigos no programa. Autoproclamada “bicho solto”, Gabriela parece ter as próprias regras, mas parece pouco disposta a seguir a regra principalmente de qualquer Big Brother: conviver com os semelhantes/opostos.

RESUMO DA ÓPERA: Nas poucas vezes em que se dirigiu a alguém na casa, Gabriela falou sobre si mesma. Não perguntou nada, demonstrando estar pouco interessada nos colegas. Além disso, corre na internet a notícia de que ela teria tentado desistir do programa ainda no confinamento do hotel.

Se Gabriela abandonar o programa, repetirá a postura de Tamires. Outra participante com muita popularidade antes mesmo do início do programa, que se manteve como queridinha, favorita durante bastante tempo, embora não trilhasse uma história de ações relevantes e que não suportava muito a pressão imposta pelas regras a ponto de sucumbir de vez ao cometer um ato impensado. Neste sentido, sim, acredito que Gabriela pareça estar muito desconfortável. A desistência dela frustraria essa legião que já se formou em torno do nome dela, mas, mais do que isso, apontaria que:

1) a produção do programa deveria prever este tipo de atitude, especialmente quando está disposta a rifar tantos participantes logo no começo do programa;

2) o público, especialmente a parcela que se manifesta na internet, deveria louvar os participantes que realmente querem jogar, que estão dispostos a ficarem ali. Falo, neste sentido, de Antônio, que demonstra muito mais vontade de ficar no #BBB17 do que Manoel, até agora o favorito para permanecer em detrimento do irmão.

Não acho que seja fácil nem agradável suportar Antônio no PPV, mas já tivemos o Diogo Gago, o Zuper Yuri etc por bastante tempo também. E sabemos o quanto eles renderam em termos de polêmicas, barracos e afins. O que, para mim, é mais indigesto do que um participante hiperativo é o extremo oposto, neste sentido, não posso concordar com as torcidas daqueles que nada fazem e demonstram-se desconfortáveis onde estão, neste momento, falo de Manoel e Gabriela.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Lena Gronchi’s story.