Homens de Verdade Choram Sim (Real Men Do Cry)

Homens de verdade choram sim.
Choram quando se sentem atacados.
Choram quando se sentem vazios.
Choram quando se sentem abandonados.
Choram quando se sentem esquecidos.

Por que a humanidade tinha que ditar isso como fraqueza?
Por que não tratar desse assunto com sutileza?

Muitos dos maiores nomes da história nunca deixaram de ser “homens” por conta do choro.
Chorar é importante. Chorar faz parte da masculinidade também.
Pois até onde eu saiba, homens também têm sentimentos. Até o mais “machão” de todos.
Um dia todos foram crianças, choravam por qualquer coisa, e hoje em dia esconder os sentimentos mais genuínos é o que deixa muitos deles ansiosos, agressivos, solitários e deprimidos.
Mas tudo tem o seu tempo. Ninguém consegue viver muito bem escondendo a verdade.
Ainda verei o dia em que chorar não será demonstração de fraqueza, mas sim de coragem.
Por um mundo com um pouco mais de humanidade.

*******

Real men do cry.
They cry when they feel attacked.
They cry when they feel empty.
They cry when they feel abandoned.
They cry when they feel forgotten.

Why should humankind dictate this as a weakness?
Why not address it subtly?

Many of the greatest names in history have never ceased to be “men” because of crying.
Crying is important. Crying is part of manhood, too.
For as far as I know, men also have feelings. Even the most “macho” of all.
Once they were all children, they cried for anything, and hiding the most genuine feelings nowadays is what leaves many of them anxious, aggressive, lonely and depressed.
But one day at a time. No one can live very well by hiding the truth.
I am yet to see the day when crying will not be a sign of weakness, but courage instead.
For a world with a little more humanity.

Track of the day: https://www.youtube.com/watch?v=NKU9lw8342o