Lágrima de alegria

Um chá quente e o riso da gente
contando piada depois do jantar.
Uma vida inteira à frente
e o sol poente, convite pra amar.

Uma noite tão doce e segura,
tão perto da lua, bem longe do mar
de pessoas que insistem em agrura
quando sua cura é só saber olhar.

Do meu lado, tão longe e bem perto,
desfaz o deserto e decerto sorri
ao ouvir desse meu peito aberto
o errado e o certo sem nunca partir.

Boa noite, pequena criança.
No sono e na dança, te vejo sentir
essa dor de quando a fé balança,
mas saiba: não cansa a isso servir.

Tô aqui. Não esquece ou carrega
contigo a mágoa de já não se ver
no momento, pois essa dor cega
e um dia, com sorte, ela não vai doer.