Como sair de casa vai te tornar melhor em tudo

Isso aconteceu comigo.

Depois de brigar muito com meus maiores medos e de desistir várias vezes, eu sai de casa.

Relaxa…

Não me mudei, não fugi de casa e nem nada do tipo!

O que aconteceu foi que eu comecei a participar de eventos efetivamente. Isso COM CERTEZA fez muita diferença e impactou meus negócios e até mesmo minha vida pessoal.

Acredite ou não, eu tenho alguns medos bem malucos de falar em público, de falar com pessoas que não conheço, de ser criticado e coisas assim.

Resolvi escrever esse artigo para você ver como o simples fato de começar a participar de eventos e conversar com pessoas impactou meus negócios e os ajudou a crescer.

E você vai aprender a fazer o mesmo!

Na verdade, nos negócios e na vida pessoal.

ALERTA: Eu sou tímido e tenho todos esses medos que te falei mesmo… Então se você for como eu, não se preocupa, você vai aprender muito!

O Poder de Sair de Casa

Quem não é visto não é lembrado.

Apesar das maravilhas da internet, ir a eventos presenciais é parte importante do empreendedorismo e da vida de um empreendedor.

Nem todo mundo está no Facebook, Twitter, LinkedIn e Instagram, beleza?

No fundo, eu sempre soube disso e você também. Mas eu sei porque nunca consegui quebrar a barreira de sair de casa.

Medo.

No momento que quebrei isso, portas se abriram.

Ter uma rede de relacionamentos e contatos podem fazer seu negócio decolar ou até mesmo nascer! Imagina quantos negócios foram criados de relações que nasceram de um bate-papo em algum evento?

O Vá Mais Longe foi um…

Quero te contar alguns dos poderes de uma rede de contatos:

  1. Novos insights
  2. Novas opiniões
  3. Novas conexões, parcerias e amizades
  4. “Quem não é visto não é lembrado”
  5. Distração
  6. Gratidão
  7. Conhecimento
  8. Oportunidades

Nos últimos meses participei de vários eventos e posso afirmar que esses benefícios são reais e incríveis.

Você vai poder conversar com pessoas, ver a expressão delas, vai pegar novos insights e opiniões. No meu caso, consegui validar uma ideia fazendo isso. No Facebook você consegue ver o rosto de alguém conversando com você?

Nem no e-mail.

Você vai poder criar conexões que podem fornecer peças-chave para seu negócio e sua vida. Além de parcerias e amizades que podem durar a vida toda!

Se você não é visto, se você não se faz presente, quem vai lembrar de você depois? Não fica dependendo da internet não, beleza?

Na pior das hipóteses, você vai de distrair e tirar a cara do computador.

Vai fazer contato com clientes, conseguir novas vendas e contratos.

Saia já do prédio e fale com os clientes. Steve Blank

Que tal fazer ou retribuir favores? Um sentimento de gratidão e reciprocidade sempre é bom.

E você vai aprender MUITO. No meu caso, fui a eventos com palestras e momentos de networking. Isso valeu ouro!

Tudo isso realmente acontece. Me pergunta como eu sei disso? :p

Você tem medo?

Esse ano vou fazer tudo que me der na telha. Algum amigo meu que não lembro

Sempre fui um cara bem tímido. Acredite se quiser.

Entre amigos e pessoas que eu conheço até que consigo me sair bem, mas quando estou em um ambiente totalmente desconhecido, com muita gente desconhecida eu fico tremendo e suando frio.

Esse sempre foi um problema que me impedia de fazer muitas coisas, mas nem sempre eu tive negócios como eu tenho hoje.

Entre meus medos, estão:

  • Falar em público
  • Ser criticado em público
  • Errar
  • Passar vergonha
  • Conversar com pessoas 100% desconhecidas

Mesmo assim eu decidi participar e dei minha cara a tapa.

Faça o mesmo. Parece fácil falar, né?

Então segue esses passos para o seu primeiro ou seus 3 primeiros eventos se você estiver com medo:

  1. Escolhe o evento
  2. Chama um amigo/parceiro/namorada(o)/parente
  3. Compre o ticket para vocês
  4. Vá ao evento em dupla
  5. Comece a interagir com outras pessoas junto dessa pessoa que foi com você

Pronto!

Dali pra frente o seu medo vai ter medo de você. = )

Impacto nos negócios

Participar de eventos e fazer muitos contatos vai impactar diretamente nos seus negócios.

Conheça novas pessoas, entregue valor, converse, apresente pessoas a outras pessoas. (Se você quiser se destacar e chamar a atenção das pessoas certas para você, faça essas coisas ai…)

No meu caso, conheci um sócio, amigos, parceiros diretos, clientes e mentores em eventos assim.

Sabe aquela pessoa que não te responde no Facebook ou o seu e-mail? Isso acontece… O tempo é um bem muito limitado e muitas pessoas tem uma vida altamente agitada e corrida assim como a sua.

Em um evento presencial ela pode estar lá te “esperando”. Só você dar o bote.

Aprendi e aprendo muito em conversas nesses eventos. Você pode ter novas ideias, validar suas ideias, melhorar suas ideias ou até mesmo jogar elas “fora”.

Não tem como discutir, você precisa sair de casa!

Impacto na vida pessoal

Como você deve saber, não tem como ter um negócio de sucesso e ser feliz sem ter o lado pessoal bem trabalhado.

Pelo menos não por muito tempo, porque isso não é sustentável.

Participar de eventos também é importante na vida pessoal, na mentalidade (ou mindset) e no seu desenvolvimento.

Qual a importância de fazer amizades para você? De estar perto de pessoas que te entendam e possam te ajudar? Leia esse artigo se você ainda não se ligou nisso.

Ir nesses eventos te aproxima de pessoas que são iguais a você. Mesmo seus ídolos são iguais a você.

Algumas pessoas vão precisar da sua ajuda e das suas dicas, outras são as que você vai recorrer. Elas estão lá para compartilhar conselhos e podem extrapolar o evento e se tornar um contato eterno.

Fazer amizades, encontrar sócios, parceiros, clientes ou até mesmo sua futura esposa ou marido.

Alguns dos meus exemplos:

Sim, isso é possível!

Agora você vai sair de casa? hehe

O que você precisa para se destacar em um evento?

Não precisa ir com uma fantasia de carnaval.

Seja você.

Entregue valor, ajude, converse, faça conexões, faça boas perguntas, responda perguntas com boas respostas, troque contatos e…

ANOTE MUITA COISA!

Eu sempre tenho um caderno na mochila ou uso o celular mesmo e faço minhas anotações de tudo usando o Evernote.

O meu amigo Miguel Cavalcanti do Man in The Arena me deu uma super lição que nunca mais vou esquecer: Sempre estar com um caderno para anotar as coisas. Nunca se sabe quando pode surgir uma ideia boa e sempre podemos aprender muito conversando com qualquer pessoa.

Não esqueça disso também! E o Miguel foi uma amizade que se consolidou em… Um evento presencial!

Outra coisa que passei a dar atenção foi ao modo de me vestir. Nunca me vesti igual a um palhaço, mas agora me cuido muito mais e isso graças ao meu amigo Alberto Solon, que é consultor. Homem ou mulher, esteja sempre bem apresentável!

Esteja disposto! Prepare-se para falar bastante! ehehe

Cartão de visitas? Tem quem goste e quem tenha. Fica por você.

O melhor dos dois mundos

Mesmo com todos os milhões de benefícios da internet eu me sinto na obrigação de falar que você não só pode como deve unir o online com o offline.

Faça contatos, crie conexões e oportunidades em eventos mas sempre esteja ativo na internet também.

Redes como Facebook, Twitter, Instagram e LinkedIn podem te ajudar muito. Isso sem falar nos e-mails… Fiz muitos dos meus contatos iniciais esses canais e intensifiquei no “mundo real”.

Esse é o melhor dos dois mundos. Pegue o benefício de um e de outro e você tem uma bomba de networking nas mãos.

O ideal não é ter um ou o outro, mas sim os dois. Quando algumas pessoas não são tão acessíveis na internet, você pode partir para o offline e vice-versa.

Como eu faço meus contatos:

Esse é o jeito que funciona (muito) pra mim e eu venho aprendendo muito desde que comecei a me soltar mais nessas coisas de fazer networking e expandir minhas redes de contato.

Aprendi muito pegando dicas e conselhos com mentores e amigos.

Uma dessas dicas e a que eu acho que foi a principal foi:

Entregue algum valor para a outra pessoa. Dê alguma coisa a ela. Ajude, por mais que ela seja incrível ela precisa de alguma coisa. Isso gera uma relação de reciprocidade e gratidão. Mas tudo isso precisa ser sincero e nunca deve ser um “suborno”. Seja verdadeiro ao querer ajudar e isso vai criar uma onda de boas coisas.

Uma pessoa que também me ensina muito o tempo todo é a Carolina Nalon da Tiê Coaching.

Esse é meu grande segredo e aposto que também é o de outras pessoas que você admira. Pode copiar e colar.

Faça a sua vontade de ajudar outras pessoas um hábito!

Agora tenho certeza que você vai incluir muitos eventos no seu calendário… Mas eu quero saber de você:

O que você achou desse artigo? O que você acha do assunto?

Escreve aí nos comentários! Isso vai ser uma grande ajuda pra mim e assim eu posso melhorar o conteúdo!

E claro, se você acha que alguém que você conhece pode gostar, compartilha nas redes sociais, manda por e-mail, anota o link e leva pros eventos… ahahaha

Beleza?

Nos vemos em algum evento???

Grande abraço,
-Leo Alvarenga.


Originally published at naotenhoideia.com on June 11, 2015.