Relógio Digital
Stefano Dazzi
161

Lembrou-me aquela música do Titãs (AaUu): “estou ficando louco de tanto pensar, estou ficando rouco de tanto gritar, eu como, eu durmo, eu durmo, eu como eu como, eu durmo, eu durmo, eu como”.

Lembrei-me também de uma senhora falando (num tom oscilante entre reclamação e apenas comentário) sobre cumprimentos que se repetiam (bom dia, boa tarde, boa noite, bom dia…).

Um bom texto, Dazzi.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.