Era para ser engraçado, ficou só depressivo
Cerebelo
171

Mas a geração espontânea realmente existe. O negócio é que o rato, ao invés de se materializar em questão de alguns meses, levou alguns bilhões de anos. Assim como todos os seres vivos, que, como sabemos, são oriundos do nada.

Like what you read? Give Léo Borges a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.