abismo interno

nos olhos cansados daquela menina você se perde, tentando entender quem foi que fez isso tudo com ela. o porquê do dia dela ter sido tão difícil. muitas vezes ignorando as suas próprias angústias e decisões. toda vez pensando mais nela do que em você mesmo.

gesto bonito, é verdade, mas cheio de percalços.

pensar em si mesmo faz falta. pode parecer só mais um luxo que você não pode se dar em pleno século XXI, mas vai por mim: você PRECISA pensar em você. é algo que vai além do amor próprio, muitas vezes esbarrando no egoísmo, mas sem chegar perto da prepotência.

amar o próximo e fazer o outro feliz é ótimo, na real é algo que todos deveríamos experimentar, mas refletir um pouco sobre si mesmo, respirar um ar que lhe dê esperanças é surreal. ter amigos é lindo, mas saber ser seu próprio amigo é uma dádiva.

todos nós temos uma vida, com alegrias, amores, frustrações e desafios. todo dia levantamos da cama esperando que o dia seja bom, que o trabalho seja prazeroso, que o sol permaneça firme entre as nuvens. o problema é que nem tudo sempre são flores e saber lidar de uma maneira mais leve é legal. saber sentar e ouvir a si mesmo, o que você sente, o que lhe aflige, o que pode ser feito para melhorar é algo mais do que necessário.

brinque com as coisas loucas da sua vida. se interesse em saber mais sobre a vida do outro. sorria quando conseguir sentar no ônibus às 18h. aproveite a aula daquele professor louco e cheio de ideias mirabolantes. cobre-se por um trabalho mal feito ou não finalizado.

acredite quando alguém diz que te ama.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.