Depressão de uma novinho de 15 anos.

Qual o sentido da vida?

Bom, eu Fábio Klein morri, meus familiares me enterraram num cemitério qualquer, não fui uma pessoa memorável em vida, não fiz nenhum grande feito, somente existi, consegue entender isso?

Prosseguindo, algumas décadas se passaram, minha lápide já está se corroendo pelos efeitos de sol e chuva, meus prováveis filhos já estão mortos e não há ninguém que lembre de mim, eu deixei de existir, consegue entender isso?

Meu próprio caixão já se desfez com meu corpo, minha lápide já não existe, ao meu redor só existe terra e plantas que devastaram o lugar em que um dia existia um cemitério, meus atómos já estão a integrar outro ser vivo(provavelmente).

Alguns milhares de anos já se passaram, é provável que a terra inteira tenha se colapsado e não exista um ser no universo que tenha sequer escutado falar das inúmeras guerras que aconteceram nesse planeta, as inúmeras espécies que existiram aqui e as lindas histórias e poemas que foram escritas e ditas, ou seja, nós já não temos importância, consegue entender isso?

Mais alguns bilhões de anos se passaram, o sol se esgotou, assim como eu, e ele começa a se expandir, de inicio o mesmo toma os 3 primeiros planetas do sistema solar, após isso o sol terá se tornado uma gigante vermelha, toda a vida da terra já vai ter se extinguido.

O próprio sol vai “morrer”, o mesmo não vai ter mais combustivel para se manter vive e como não tem massa suficiente para se tornar um buraco-negro o mesmo se tornará uma estrela de neutron.

Ou seja, depois de todo esse tempo, todas os planetas que estavam em órbita com o sol iriam colapsar e se espalhar pelo o universo, se tornando os famosos “planetas solitários”, e com isso, nós, a famosa civilização que “dominou” a terra se tornaria somente

um tanto de átomos que agora geram outros tipos de matérias para o universo.

Percebe a insignificância da sua vida? Não importa o que você faça, você vai morrer, e daqui alguns milhares de anos, ninguém, absolutamente ninguém vai ligar para você, compreende? E é por isso meus amigos, que eu já desisti de lutar, só deixo a vida me levar para onde eu nunca deveria ter saído.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.