vômito
tay moreira
21

Talvez esse restinho seja algo bom que você acabou interpretando como algo ruim, por estar carregada de coisas ruins um dia. Eu sou uma pessoa bem carinhosa, gosto de abraçar, de beijar. De um tempo pra cá, pensei algumas vezes que eu que estava errado ou que eu devia mudar, saca? Mas po, depois eu fiquei me questionando, e cara. O erro não está em mim, o erro tá nas pessoas que não sabem mais valorizar simples gestos. Por um tempo, pensei que essa qualidade que tenho (uma qualidade bem rara por sinal) fosse um defeito, um problema. Talvez você esteja passando por isso. Sabe o que você tem que fazer? Busca o que você tem de bom. Passa um dia quieta na tua, pensa na pessoa que tu é, olha tuas qualidades. Olha teu sorriso, teu cabelo, sei lá. Começa por qualidades superficiais que você tem. Eu por exemplo adoro meu sorriso, e acho que meu sorriso proporciona felicidade pra algumas pessoas. Felicidade já é algo do nosso interior, sabe? Faz isso. Começa olhando pra você por fora. Começa a se amar superficialmente, depois é só você mergulhar dentro de si.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.