As Coisas Sem Nome

As coisas sem nome

Publicado por Leticia Carneiro em 29/10/2016 | Nenhum Comentário

Qual o nome deste sentimento, tão doce e também amargo?

Qual o nome desta saudade que liberta?

Qual o nome da inédita expressão em meu rosto?

Qual o nome deste novo estar com o outro?

Qual o nome deste novo estar comigo?

Qual o nome deste meu jeito de ser agora?

Qual o nome do medo que tenho que atravessar?

Qual o nome do futuro que me aguarda?

Qual o nome de todas as coisas que já morreram. Todas as por nascer?

Um novo aprendizado.

Viver sem nomear.

A capricorniana quase se desespera. A sereia sorri e mergulha.

Sem nome. E tudo bem.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentário *

Nome *

E-mail *

Website

Pesquisa


Originally published at leticiacarneiro.com.