Um dia bom

Para começar, era azul. Azul de um jeito que faz a gente fazer se sentir anjo.

Tinha trabalho suficiente para agradar Capricórnio. E não em demasia, para Viver Mais Simples.

Foi possível ajudar pessoas, honrar valores, ser feliz.

Sobrou tempo para o jantar com a família, para conversas profundas, uma de cada vez.

Falamos de Deus, de amor, de bondade e evolução. Distribui e recebi carinhos.

Foi possível ser generosa, alegre, compassiva. Senti-me querida, amada, útil.

Aconteceram imprevistos. Alguns desagradáveis. Mas não perdi a linha, a esperança ou o rebolado.

Houve boa companhia e houve solitude.

Comida caseira, iguarias e água com gás.

Vi um pedaço do mar, por bastante tempo.

O mar estava belo, selvagem e cheio de vida.

Como eu.