Ventania

Caminho por entre o tapete de folhas ainda verdes caídas no chão.

O vento foi forte e súbito.

É um pouco assustador perceber o tanto de vida ainda presente nos galhos e palmas espraiados pela rua.

Mas o frescor do ar. Ah, o frescor do ar convida a coragem de atravessar estes amontoados do que já foi.

Os primeiros zeladores já varrem diligentemente as calçadas. Em breve, não haverá mais sinais do vendaval passado.

Memórias do que foi e alguma ilusão perdida sobre o que poderia ter sido.

Inspiro profundamente este ar de novidades. Passo após passo, sinto a vida que corre dentro de mim se despedir destas folhas repletas de significado e existência.

É um novo tempo. Um novo viver mais simples.

Foi inverno nestas paragens. Agora é tempo de primaveras.

Um novo post por dia, até meu coração cansar.

(Mais textos como estes em leticiacarneiro.com)