Under pressure 1

Interessante observar o quanto perdemos por falta de organização, o quanto a desorganização nos causa desespero e sofrimento. Especialmente nos últimos meses, tenho me tornado uma pessoa cada vez mais ansiosa e atribulada. Mas qual o motivo de tanto estresse? Talvez seja realmente a falta de estratégias efetivas. Reconheço que, mesmo dispondo das estratégias mais bem elaboradas, podemos acabar nos rendendo ao estresse, ainda mais considerando a minha rotina. No entanto, quando colocamos tudo ali, na ponta do lápis, encontramos caminhos que não havíamos percebido antes e o melhor de tudo: encontramos tempo!

Pode não nos sobrar tanto tempo quanto gostaríamos para ficar com os amigos, com a família ou com o namorado, mas encontramos tempo para, ao menos, controlar a sobrecarga de que dispomos naquele momento e não deixar que o estresse transborde e inunde as vidas das pessoas que amamos com o nosso lixo emocional. Sim, pois essa é uma das primeiras consequências do estresse: tirar a sua paz e a paz das pessoas que estão à sua volta, lhe tornar uma pessoa tóxica e desagradável para quem sempre lhe quis por perto.

Para mim, é um desafio enorme não me estressar. Contudo, aumentar esse controle sobre mim mesma se tornou uma necessidade, a partir do momento em que me vi constantemente doente. Perdi a conta de quantas vezes a minha imunidade despencou, de quantas vezes tive que ir ao médico esse ano. Ia ao médico, perdia mais tempo e ficava ainda mais estressada. E continuava a vida: uma verdadeira avalanche sobre qualquer psicológico.

Me considerava boa ao lidar com situações extremas, reagia bem quando estava sob pressão. Mas, muito provavelmente pela minha falta de organização, me vi encurralada, sem ar diante de tantos compromissos e tantos conteúdos a serem vistos em tão pouco tempo. Adoeci. Passada a situação de estresse, de repente, melhorei. Foi aí que tive a confirmação da verdadeira etiologia da minha doença. Hoje olho pra trás e penso: não posso, não quero e não devo me estressar. O estresse dianta de alguma coisa? Em geral, não. Só atrapalha! Então, por que nos estressamos tanto?

Like what you read? Give Letícia Nunes Tajra a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.