+1

É um dia de cada vez. Mesmo.

É parar de achar que sabe alguma coisa ou que tem ideia do que está acontecendo. Parar de acreditar que as coisas estão caminhando pro melhor aos pouquinhos porque às vezes seu esforço só vale como esforço. É abrir os olhos pela manhã e, num piscar, já ser tarde.

É dar um passo em frente e notar que involuntariamente você já tinha dado dois para trás. É se perguntar se algum dia melhora, se algum dia vai passar ou se pelo menos em algum momento fica menos ruim como era antes. Mas é ruim demais. E só piora. Porque cada dia que passa em que você continua na mesma, é mais tempo perdido. Eu estou perdendo a minha vida. E eu não sei como me encontrar de novo, se é que algum dia já o fiz. Eu convivo diariamente comigo mesma e eu não faço ideia de quem seja essa estranha em mim. Eu me perdi em mim.

Conviver com a depressão é uma das coisas mais difíceis que eu já fiz.
É, de fato, um dia de cada vez.

Hoje é só mais um.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.