Em busca do equilíbrio — Parte 1

Nelson Mandela disse: “Uma boa cabeça e um bom coração são sempre uma combinação formidável.”

A sociedade tem sido cada vez mais induzida a agir por impulso, tomando decisões precipitadas, fazendo dívidas desnecessárias. Parece que o bom senso tem se tornado algo raro nas famílias e que estamos preparando as crianças para serem futuros consumistas egoístas, ou seja, pessoas que estão pensando somente nelas.

Podemos analisar o que Nelson Mandela disse e colocarmos a reflexão que ele faz dentro deste contexto imediatista e consumista que vivemos. Neste caso, que significa ter uma boa cabeça e um bom coração? Vamos interpretar a cabeça como sendo a razão e o coração é a emoção. Realmente é formidável quando conseguimos equilibrar a razão com a emoção e esta combinação só nos traz lucros tanto na vida pessoal quanto na profissional.

Sabemos que é praticamente impossível que este equilíbrio atinja os 100% porque nós, seres humanos, possuímos nossas fraquezas e defeitos; mas precisamos fazer nossa parte para que este equilíbrio se torne algo forte em nossa mente. Quanto mais nos aproximarmos deste equilíbrio, mais decisões sábias tomamos, menos prejuízo temos e nosso relacionamento com o próximo se torna cada vez melhor.

Reflita como tem sido sua vida, quais resultados você tem tido em decorrência das decisões que tem tomado. Se você está feliz e satisfeito, se as pessoas que convivem com você também estão felizes, então há grande chance de você ter encontrado o equilíbrio entre razão e emoção. Se em sua análise você descobriu que está tudo errado, então é momento de buscar mais equilíbrio, de encontrar onde estão os erros para poder consertá-los.

Boa sorte em sua busca pelo equilíbrio.