Qual é a sua cultura?

Todos nós temos a cultura a qual pertencemos inserida dentro de nosso inconsciente e isto faz com que muitos dos comportamentos que temos durante as 24 horas do dia, sejam uma repetição do que aprendemos em nosso meio (nossa cultura) e nem paramos para pensar se o que fazemos ou falamos está certo ou errado. Há muitos exemplos que nos mostram como agimos de forma programada e sem pensarmos porque temos tal atitude ou comportamento e assim a vida vai passando e simplesmente vamos repetindo até o dia em que paramos e pensamos: — Isto que faço é certo ou errado? Vamos ver algumas situações; 1) Uma pessoa está neste exato momento dirigindo seu carro em alguma BR Brasileira e acabou de jogar uma lata de refrigerante pela janela. Por que esta pessoa fez isto? Porque cresceu vendo pessoas tendo este comportamento, isto entrou em seu inconsciente como algo cultural, ou seja, é certo fazer isto, “todo mundo” faz isto. Pensando assim, esta pessoa continuará fazendo este ato horrível porque na sua mente isto é normal. 2) Uma pessoa descobre uma forma de usar o telefone público sem pagar, ou seja, está roubando a empresa telefônica. O que passa na mente desta pessoa: aqui no Brasil “todo mundo rouba”, temos o jeitinho brasileiro. Podemos aqui chegar a conclusão de que no inconsciente desta pessoa há uma informação cultural a respeito do Brasil que é um país onde se o outro rouba eu também posso roubar. Se tornou cultural, então o senso crítico é perdido, as desculpas são criadas e este comportamento horrível vai passando de geração para geração. 3) Você está na rua e alguém faz o sinal com a mão e você interpreta este sinal como a pessoa querendo dizer: — Espere ai, pare! Mas quem te ensinou que aquele sinal significa isto? Você aprendeu este comportamento porque quando era criança viu um adulto fazendo este gesto e você viu que o outro adulto parou, então a sua mente gravou este sinal e deu significado ao mesmo. Um dia você cresceu e continuou a usar o sinal que você aprendeu na sua infância, através da observação. O interessante aqui é que este mesmo sinal em outro país pode significar que você está xingando a pessoa. Neste caso podemos chamar o significado do sinal como algo cultural e que vai passando de geração a geração. Agora te faço a seguinte pergunta: O que você aprendeu durante sua infância como certo e repete diariamente sem parar para pensar se está realmente certo ou errado?