Tenho moral para reclamar?

Reclamamos muito dos políticos brasileiros, mas a sociedade também precisa mudar muitos hábitos que são negativos e que prejudicam o nosso desenvolvimento.

Vamos analisar os seguintes comportamentos:

1º) Uma pessoa joga papel de bala, latinha de refrigerante, casca de banana, guardanapo, na rua. Por que este cidadão tem o direito de sujar as ruas da cidade? Como esta pessoa quer morar em um país civilizado e ético, mas não comporta com ética?

2º) Um motorista que nunca dá preferência para os pedestres. Como este cidadão pode reclamar de nosso país sendo que ele mesmo não pratica a cidadania?

3º) Um motorista que sempre fala mal de ciclistas ou motociclistas. Se você é Brasileiro e criou preconceito contra outro concidadão, que moral você tem para cobrar os políticos? A sua reclamação e comportamento melhoram em que nossa sociedade?

4º) Uma pessoa que mente sua idade para conseguir ser atendida primeiro em uma fila. Se você não tem ética, como quer cobrar isto dos outros?

Precisamos lembrar que nossos políticos repetem aquilo que a cultura lhes ensina. Vamos fazer nossa parte, vamos ser civilizados. Lembre-se que a criança de hoje é o adulto de amanhã. Que exemplos estamos dando para nossas crianças?

Como posso querer ter sucesso se me comporto como um perdedor? Como posso reclamar se não dou exemplo? Você já deve ter percebido nas reflexões anteriores que somos o resultado do que pensamos e falamos, mas também temos que lembrar dos hábitos que repetimos cotidianamente. Jogar lixo na rua é um hábito. Jogar lixo na lixeira também é. A diferença é que o primeiro é negativo e o segundo é positivo.

Vamos parar de reclamar, vamos fazer nossa parte.