Felicidade é…

Felicidade é algo que se busca. Incessantemente, se busca. Ao abrir o olho quando bebê, ao reconhecer a mãe, ao apertar o dedo do pai, ao reconhecer os pés, ao morder o brinquedo, levantar, andar, comer sozinho, se busca.

Ao aceitar o amigo, negar o estranho, brincar de pega, subir em árvore, jogar bola, estudar, namorar, compactuar, defender, abdicar, se busca.

Ao conhecer a menina, o menino, o profeta, a Deus, à filosofia urbana, à cultura, à literatura, à música, ah a música; ao se entender indivíduo, ao legislar em causa justa ou não justa, ao argumentar, se busca.

Ao aceitar, ao abraçar o diferente, ao incluir o deficiente, ao compreender o carente, ao alimentar, cuidar, acarinhar, incluir, se busca.

Ao comprar, ao vender, negociar, dilacerar, magoar e felicitar, mais que isso, ao agradecer, ao idolatrar, ao achar modelos, ao se identificar, se busca.

Ao procriar, ao se dar, ao se diminuir em razão do próximo, ao ajudar, ensinar, pegar na mão, suportar, amansar, acalmar, se busca.

Ao envelhecer, ao se refazer, ao se conter, ao compreender, ter, não ter, dar, receber, compartilhar, aceitar, se busca.

Ao amar, ao ser amado, ao compreender que o amor é a única vitória, se entende.

Felicidade é o norte, atitude é o meio. Ao se iluminar, se faz feliz.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated King Jeremy’s story.