Missão Pessoal x Empreendedorismo

É comum nos dias de hoje, principalmente na juventude quando temos que nos deparar com escolhas importantes de todos os tipos em idades inoportunas, nos depararmos com constantes questionamentos sobre nossa missão pessoal, sobre o impacto que queremos causar no mundo e se isso é possível através das carreiras tradicionais no mundo de hoje. A resposta para tais questionamentos talvez nunca sejam 100% respondidas, mas será mesmo que tomamos sempre os melhores caminhos? Será que é possível viver mais do que 100, 200 ou até 1000 anos através de impactos sociais, já que fisicamente não é possível? Será que a sociedade em si não acaba escolhendo por nós, quando talvez só o que você precisasse fosse um pouco mais de autoconhecimento e uns minutos extras de reflexão no seu dia-a-dia?

Stephen Covey, autor de “Os 7 Hábitos de Pessoas Altamente Eficazes” costumava perguntar “Quantas pessoas no seu leito de morte desejariam ter passado mais tempo no escritório ou assistindo à televisão?”, e vou além, o que as pessoas em seu próprio leito de morte falariam sobre você no discurso para o seu funeral? Você está satisfeito com a possível resposta atual? Claro que nem todas as pessoas do mundo precisam ter essa missão pessoal atrelada ao trabalho, mas muitas delas têm, e pior, muitas delas não percebem que tem esse poder em mãos. Muitas delas vivem no automático, guiadas pelas direções sociais a uma vida já projetada. E todos nós sabemos que as mais novas gerações vêm sendo cada vez menos adeptas a esse padrão de vida.

E o que o empreendedorismo tem a ver com isso? O empreendedorismo é um dos caminhos que pode ser a válvula de escape para toda essa energia, do seu descontentamento atual podendo ser, inclusive, a resposta para muitos de seus questionamentos de vida. Viver por um bem maior, causar impacto social e influenciar outras mentes a se doarem por uma sociedade mais evoluída. Se você tem uma missão pessoal de grande impacto, por que não transformá-la em uma missão empresarial e procurar por pessoas que pensem da mesma forma, ao mesmo tempo que cria valores e empregos ao seu redor? A resposta para viver 200 anos ou mais estará sempre coligada com princípios humanos, com objetivos nobres, e é extremamente importante que saibamos utilizar a tecnologia que cresce exponencialmente a esse favor.

A chave para ajudar a quem quiser seguir por essa direção será sempre identificar e aplicar os princípios ou leis naturais que giram em torno do resultado que você procura, para assim conseguir alcançar as suas maiores aspirações e superar os seus maiores desafios. Claro que cada pessoa irá ter sua própria maneira de aplicar seus princípios com base em sua criatividade, determinação e talentos, mas o sucesso em qualquer cabeça empreendedora sempre será resultado do fato de se agir de acordo com os princípios aos quais o sucesso está vinculado. E deixe-me dizer que isso vai muito além de receita e lucro, pois não será o dinheiro que irá lhe fortalecer em tempos de turbulência. Convido você a uma profunda análise interna, para definir quais são as suas principais metas pessoais e a pensar em uma forma de torná-las reais e concretas. Te garanto que mal não vai fazer!

“A missão de cada um é tão única quanto a oportunidade específica de implementá-la” — Viktor Frankl

Nicole Almada
Liga de Empreendedorismo Potiguar