6 dicas fundamentais para abrir um delivery

Os deliverys de comidas representam um segmento de mercado em ascensão. Nesse contexto de crescimento do setor, mais restaurantes começam a oferecer o serviço de entregas para seus clientes.

Escorregue na crise, e caia de cara com a oportunidade

Com o cenário de crise econômica, no qual o consumidor ainda quer comer bem, mas sem gastar com bebidas ou estacionamento, o delivery tem conquistado maior representatividade na receita dos estabelecimentos. Abaixo listo 6 dicas para quem quer começar o delivery:

1- Separe bem as coisas

Um erro comum que vejo diversos restaurantes cometer é misturar a operação: atendimento delivery e salão, fluxo de caixa e até o processo na cozinha, portanto, a primeira dica é: trate o delivery como uma nova empresa, tipo uma filial, tente colocar pessoas que tenham como prioridade atender o delivery ( cozinheiros, atendentes e caixa ). Separe bem o faturamento da sua loja física com o delivery, dessa forma você vai ter clareza para mensurar o retorno de cada setor e entender suas necessidades.

2- Contratação de motoboys

Existe um dilema que permeia o serviço de entregas: terceirizar ou contratar motoboys ? Bem, de fato é uma questão bastante peculiar, já tive clientes com sucesso e dores de cabeça com as duas modalidades de contratações, então, sugiro fazer uma mescla das duas: você pode terceirizar o serviço de entregas e fazer um acordo paralelo com os motoboys, repassando parte da taxa de entrega, dessa forma você os deixa motivados, a produção aumenta e em contrapartida não fica dependente dos serviços deles, já que se algum faltar, a empresa contratada tem a obrigação de substituí-lo.

3- Comece pequeno, ofereça um ótimo serviço

Não adianta querer abraçar o mundo. Inicie suas operações de delivery com cautela, lembre-se que a satisfação está em primeiro lugar, então antes de abranger uma grande área de cobertura, inicie pelos bairros mais próximos, tente manter poucas variações de taxas de entregas e valide seu processo de produção, afinal, o serviço de delivery não se resume apenas a entregar o pedido, ele começa no ato do atendimento e termina quando a satisfação do cliente é atingida.

4- Divulgue para quem já é seu cliente

É muito mais fácil e barato vender para quem já é cliente do que captar novos, então, comece divulgando a novidade internamente, inicie a captação no seu restaurante, dê incentivo para que seus clientes possam informar os dados, uma ótima maneira de fazer isso é oferecer taxa de entrega grátis ou desconto na primeira compra.

5- Disponibilize apenas parte do cardápio

Caso seu restaurante tenha um vasto cardápio, é interessante observar os pratos com mais saída para colocar no delivery, também é importante evitar pratos com muitos molhos ou de difícil condicionamento nas embalagens, afinal, caso a comida chegue toda bagunçada, a sacola melada, nada vai adiantar ter comida de qualidade e entrega rápida.

6- Não economize na embalagem

A embalagem é a primeira impressão que o cliente tem do serviço, ela conta a história do seu restaurante, também podemos considerar que a experiência do cliente começa no recebimento e abertura da embalagem. Então invista nas embalagens, coloque sua logomarca, use lacre para passar segurança e não esqueça de adicionar os contatos do restaurante ( telefone, redes sociais, sites). Boas embalagens também ajudam a divulgar sua empresa.