Memorial de Curitiba

Foto: Liliane Jochelavicius

As linhas modernas, vigas metálicas, cobertura e laterais de vidro transparente do Memorial de Curitiba contrastam com as centenárias construções do setor histórico. A estrutura do edifício, inaugurado em 1996, é inspirada no pinheiro paranaense. Os arquitetos Fernando Popp e Valéria Bechara foram os responsáveis pelo projeto arquitetônico. Hoje o memorial está instalado em uma área de cinco mil metros quadrados.

Desde o seu início, o Memorial se transformou em um centro cultural de destaque na capital paranaense. O espaço, integrado à Fundação Cultural de Curitiba, tem como principal objetivo preservar e expor a história da cidade.

Exposições de obras da arte de artistas importantes são abrigadas de forma permanente no espaço. Algumas atividades culturais também são desenvolvidas nele, como apresentações cênicas e musicais, além de eventos técnicos (seminários, palestras, oficinas, congressos, lançamentos de livros etc).

Vários ambientes são utilizados para apresentação desses eventos culturais. O Memorial é composto por três salas de exposições (Salão Paranaguá, Salão Paraná e Salão Brasil), uma praça interna para grandes eventos (Praça do Iguaçu), um auditório de 144 lugares (Teatro Londrina) e um mirante (o Mirante do Marumbi).

Foto: Liliane Jochelavicius

O Salão Paranaguá preserva a histórica Capela dos Fundadores. Nesse espaço estão, em exposição permanente, o que restou da original Igreja Matriz de Curitiba (1693–1875). Incluindo os retábulos do altar (talhados em madeira policromada do século 18), a imagem de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais (1693–1720), duas volutas e dois sacrários.

A Capela dos Fundadores também abriga pinturas do artista plástico Sergio Ferro, onde é possível perceber imagens expressivas da história curitibana, com a presença de portugueses, índios, mamelucos, tropeiros e imigrantes europeus. O painel da Praça do Iguaçu, que remete ao descobrimento do Brasil, também é assinado pelo artista.

Conheça também outros museus em Curitiba: