Conduzindo a vida sem carro
Elvis Picolotto
81

Concordo. Eu ainda estou no lado dos que tem motivos para manter um carro. Distância do trabalho e das coisas que eu preciso, enfim. Você já listou.

Estou com uma vontade imensa é de mudar de vida, isso sim. Morar e trabalhar em um lugar mais bem servido, como o seu, que me permita fazer tudo que preciso a pé ou de transporte público com um mínimo de qualidade.

Percebo isso quando viajo e me hospedo em lugares bem localizados. Faço tudo a pé, no máximo de metrô/ônibus, inclusive ir aos pontos de interesse. Fico imaginando “se morasse aqui, o quanto a minha vida melhoraria”. Da última vez, em 9 dias caminhando pra lá e pra cá perdi 4kg. Voltei pra casa e tudo recomeçou: sedentarismo, gastos etc.

Ou seja, pra abrir mão do meu carro preciso mudar meu estilo de vida. E é algo que quero fazer muito em breve. Ainda não posso, mas vou chegar lá.

E ter o carro, se for o caso, só por divertimento mesmo, porque me amarro numa ‘roadtrip’.

Adorei seu texto.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Lilian Silva’s story.