Acordar É Uma Rotina
Figura dos corpos celestes
Estamos a sós, nas profundezas dos mesmos nós, em correntezas de cotidiano. Hesitando aos pés da sombra do colosso.
Acordar é uma rotina.
As conversas não se encerram sozinhas.
As palavras não se dobram na esquina.
Ao ponto em que chegamos, sem retornos — vamos?
Aqui se encerra um hábito de tentativas falhas.
Abri os olhos.
Ás, sim é um abraço.
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.