LISTA DE RED FLAGS

LISTA DE RED FLAGS

O termo “red flag” é usado para descrever um traço ou comportamento pessoal comum em pessoas que são prejudiciais a outras. Ao se conhecer uma pessoa nova é muito importante procurar por esses sinais de advertência, pois eles podem significar que alguma coisa está muito errada, até mesmo horrivelmente errada. Pode-se aplicar as red flags a qualquer gênero, papel social ou relacionamento. Dom, sub, masculino, feminino, trans, switch, hetero, homo, bi, pan, amizades, relacionamentos d/s, casamentos, parentes, relações de trabalho, etc. Elas não são específicas de nenhum gênero, orientação ou relacionamento.

Também é importante entender que nenhuma dessas red flags é em si mesma sinal de uma situação ou pessoa abusada ou perigosa, especialmente em incidentes isolados. Qualquer um pode cometer um erro, ter um dia ruim ou simplesmente entender ou interpretar mal. Algumas red flags apenas indicam uma necessidade de discussão ou descoberta. Outras, que está na hora de sair do relacionamento imediatamente.

O que você deve procurar são conjuntos de comportamentos negativos que se repetem. É importante dar tempo ao tempo ao estabelecer novos relacionamentos pois pode demorar para que esses comportamentos ou padrões apareçam. Quando você vir essas red flags, vá mais devagar ou mesmo interrompa o relacionamento para avaliar a sua situação. Em geral, quanto mais comportamentos red flag você observa numa pessoa, quanto mais você os vê com frequência e quanto mais rapidamente eles emergem num novo relacionamento, mais você estará correndo risco de ser emocionalmente e/ou fisicamente prejudicado por essa pessoa.

CATEGORIAS

Isolante

  • Tenta limitar o seu acesso a outros em sua vida — amigos, família, comunidade BDSM.
  • Proíbe contato com outros ou mina relacionamentos ou atividades com outros.
  • É negativa e não apóia outros relacionamentos que você tenha.
  • Monitora as suas comunicações (e-mails, telefonemas, conversas) com outros.
  • Controla as finanças, o carro e as atividades de que você participa.
  • Pode querer que você deixe o seu emprego, abra mão do seu carro ou telefone.
  • Sempre pergunta onde você esteve e com quem de uma maneira acusatória.
  • Está sempre telefonando e fazendo visitas inesperadamente.
  • Recusa-se a lhe conceder uma chamada programada.
  • Zanga-se se você dá sinais de independência ou força.

Decepcionante

  • Reluta em dar informação pessoal e factual sobre ela própria.
  • Recusa dizer seu estado civil antes de um encontro.
  • Fornece informação ou detalhes inconsistentes ou conflitantes sobre si própria ou eventos passados.
  • Quando você faz perguntas pessoais, zanga-se, muda de assunto, põe fim à conversa ou responde perguntas com perguntas.
  • Fica zangada se você pede referências ou quer perguntar a outros sobre ela.
  • Dispõe de horários/locais/métodos muito limitados para você poder entrar em contato com ela e se zanga se você tenta contatá-la fora dessas condições.
  • Não lhe dá o número do telefone de casa e do trabalho no momento apropriado.
  • Tem vários perfis online para interagir com as mesmas comunidades.
  • Tapeia você.
  • Dá a impressão de ser muito bem-sucedida sem qualquer evidência de sucesso real.
  • Fica incomunicável durante dias ou semanas seguidos sem explicação.
  • É evasiva a respeito de suas atividades, em especial as ausências não explicadas.
  • Só interage com você íntima ou sexualmente como se estivesse desempenhando um papel.
  • Não mantém conversas normais e caretas do dia a dia

Socialização

  • Crítica da comunidade BDSM.
  • Crítica de vários membros respeitados da comunidade BDSM.
  • Tem conflitos interpessoais diversos com a comunidade BDSM.
  • Recusa-se a participar da comunidade BDSM.
  • Tem más relações com a maioria dos membros da sua família.
  • Não tem referências na BDSM nem amigos com quem você possa conversar e fica zangada se você perguntar por eles.
  • Não tem amizades e se recusa a entrar em contato com a família.

Insegura

  • Está sempre exagerando.
  • Sempre bota a culpa nos outros quando as coisas dão errado.
  • Recorre a medidas extremas para provar que não está errada.
  • Não se responsabiliza por nem admite os próprios erros.
  • Suas desculpas soam insinceras, falsas ou têm natureza de insulto.
  • Derruba você diante de outras pessoas.
  • Está constantemente se comparando com os outros.
  • Vangloria-se excessivamente de sua experiência, faz representação de credenciais, domínio, preparo, faz representação ao citar nomes importantes.
  • Não quer discutir como poderia ser o seu possível futuro relacionamento.
  • Tenta manter você no escuro a respeito do que poderia acontecer em seguida no relacionamento.
  • Nunca lhe mostra seu lado humano. Esconde suas vulnerabilidades ou mostra comportamento sem emoções.
  • Esconde-se atrás da autoridade de seu D/s, diz que a autoridade dele não deve ser questionada.

Desrespeitosa

  • Não respeita seus sentimentos, direitos ou opiniões.
  • É rude para com serviçais como garçonetes, caixas ou porteiros.
  • Demonstra pouca preocupação ou consciência dos sentimentos ou necessidades dos outros.
  • Nunca diz obrigado/a, com licença ou desculpe a ninguém.
  • Óbvias e excessivas demonstrações de impaciência.
  • Acredita em que é merecedora de alguma recompensa ou benefício em particular mesmo às custas de outros.

Manipuladora

  • Tenta fazer você se sentir culpado de não ser “suficientemente bom”.
  • Diz que você não é um verdadeiro sub/escravo/dom.
  • Diminui as suas ideias.
  • Culpa você por suas mágoas.
  • Tenta fazer você pensar que os problemas de relacionamento são culpa sua.
  • Grita ou ameaça retirar o seu amor/ir embora se você não age como ela deseja.

Inconsistente

  • Descumpre promessas consistentemente.
  • Faz planos depois cria pretextos para não cumpri-los.
  • Trata você amorosa e respeitosamente um dia e no seguinte é rude e acusatória.
  • Vai de altos extremos (comportando-se com grande bondade) a baixos pronunciados (comportando-se com crueldade), quase como se tratasse distintamente de duas pessoas diferentes.

Dominadora

  • Pressiona você para fazer coisas que você não quer fazer.
  • Não respeita os seus limites, negociações ou contratos.
  • Empurra você para um relacionamento D/s depressa demais.
  • Empurra você para um relacionamento sexual depressa demais.
  • Empurra você para um relacionamento poli depressa demais.
  • Exige demais o seu tempo e precisa ser o centro da sua atenção.
  • Insiste em que não há necessidade de programar uma conversa.

Destemperada

  • Consumo conspícuo; gasta muito e de modo impróprio em caprichos.
  • Abusa de álcool e outras drogas.
  • Joga excessivamente.
  • Está constantemente pedindo dinheiro ou bens materiais a você ou a outros.
  • Apaixona-se por você depressa demais e jura amor eterno antes mesmo do encontro.
  • Começa a dizer coisas como “não posso viver sem você”.
  • Deliberadamente diz ou faz coisas que resultam em mágoas profundas para si própria.

Temperamental

- Perde o controle das emoções nas discussões, levanta a voz, grita, xinga e acusa.

  • Usa força ou violência para resolver problemas.
  • Soca paredes ou atira coisas quando está aborrecida.
  • Volta-se contra seus pares, passando rapidamente de “melhor amigo/a” a “arqui-inimigo/a”, frequentemente por razões triviais ou imaginadas.
  • Demonstra reação negativa desproporcional quando lhe dizem “não”.
  • Guarda rancores excessivos das pessoas e se dá o trabalho de vingar-se.
  • Ameaça suicídio ou outras formas de auto-agressão.
  • Hipersensitiva e facilmente contrariada por aborrecimentos que fazem parte da vida diária.

Condicionada

  • Foi ela própria vítima de abuso e pode ter o abuso como comportamento aprendido.
  • Pode exibir comportamento cruel em relação a animais.
  • Pode admitir ter batido num parceiro/a no passado, mas afirma que o/a parceiro/a a “obrigou” a isso.

http://kinkylittlegirl.net/2014/01/13/dominant-vs-d…