motivo pelo qual eu não canto mais

Sentei no chão da varanda, peguei meu Lucky Strike e deixei o isqueiro iluminar todas as minhas más escolhas. Acendi nossas portas batidas, as gritarias e os dedos apontados na cara. Bati o cigarro no cinzeiro e continuei tragando a fumaça espessa do dia que eu resolvi te deixar. Fui até o filtro ouvindo Joy Division – que a gente costumava odiar juntos – mas que tem esse poder de acalantar corações partidos. Apaguei a brasa na esperança de que toda essa mágoa se reduzisse a cinzas. Mas a música continuou rolando. As lágrimas também. Lembrei que essa voz de choro não me deixa cantar. Eu adoro cantar. Mesmo hoje, tanto tempo depois dessa história toda acabar, você ainda tem a habilidade de me fazer odiar tudo que eu amava. Porque tudo ficou monótono depois do nosso fim. E não tem sentido amar algo se eu não posso mais amar você.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Callari’s story.