tudo ou nada

não me moldo pro “sucesso”
eu vivo, eu não meço
tudo tudo que eu peço
é mais um dia bom

se fizer sol, eu agradeço
na tua cama, eu enlouqueço
se fizer chuva, eu só quero
um teto e um edredom

eu não quero muita coisa
mas também não quero pouca
quero gritar ficar rouca
sem ninguém pra me calar

quero beijar sua boca
sem ninguém pra nos julgar
ser mulher e ser livre 
pra caminhar e pra amar

outra mulher que seja livre
livre como eu
e que se identifique
com esse meu verso plebeu

de quem não quer quase nada
não quer nadar em dinheiro
só quer mudar o mundo inteiro
só mudar o mundo inteiro

(eu sonho alto, eu sonho mesmo)

Like what you read? Give Lisiê a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.