Tudo e muito

Foto: Theatrum Fotografias

O mundo é tudo.
Estando no mundo eu posso ver, ouvir, falar, sentir tudo, mas pode ser mortal viver o mundo, por ser muito, por ser tudo. Então eu escolho não ver tudo, escolho não ouvir tudo, escolho não falar tudo, escolho não sentir tudo, pois entre mim e tudo isso eu prefiro a mim, mesmo que eu seja nada, ser o nada para estar no mundo já é muito, já é tudo.

Like what you read? Give Pâmella Borges a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.