"Às vezes é preciso dormir, dormir muito. Não para fugir, mas para descansar a alma dos sentimentos. Quem nasceu com a sensibilidade exacerbada sabe quão difícil é engolir a vida. Porque tudo, absolutamente tudo devora a gente. Por inteiro."

- Marla de Queiroz

Like what you read? Give Lizeh Rodrigues a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.