Quanta pressa você tem?
André Paiva
694

Olá André! Boa tarde!

O título por si só foi o suficiente para me fazer dar uma “pausa no meu tempo” e querer ler o seu texto. Sabe aquela sensação de que já gostamos de algo apenas pela forma como começa? Pois é. Instigante e cativante. Sabia que ia gostar das suas palavras. E gostei. Não apenas por concordarmos na ideia a respeito deste “deus”, que é um dos mais lindos (grande poeta Renato Russo), mas muito também pela maneira como conduz a reflexão, os aspectos humanos que leva em consideração e o fato de deixar claro o quanto culpamos o tempo ou, neste caso, a falta dele, para nos afastarmos daquilo que é essencial em nossas vidas: Nós mesmos!

Obrigada por compartilhar de forma tão clara a sua forma de pensar.
Vou citar você em um artigo meu. Ok?!
Abraço!