De repente eu vou pra onde você for.

Café. Boas conversas. Silêncios confortáveis. Preguiças infinitas. Jantares regados a um bom vinho ❤. Sorrisos e olhares. Músicas e cantorias desafinadas no carro e na cozinha. Cozinhar. Sexo. Dias de chuva e Netflix. Dias frios e edredom. Dias de sol e praia. Dirigir. Família ❤. Crianças. Fim de tarde num boteco depois de um dia estressante no trabalho. Amigos ❤. Mãos entrelaçadas. Árvores. Lego. Cães. Gatos. Baguera ❤.

Céu. Estrelas. Signos. Por-do-Sol. Baladinha leve com música boa. Números e análises. Lógica. Política. Palavras. Poesia. Livros. Arte. Desenhar os meus rabiscos. Fotografar o que me agrada. Presentear as pessoas. Me sentir útil. Desafios. Sinceridades. Senso de humor compatível. Personalidades diferentes. Pessoas problemáticas — preferencialmente.

Matar a saudade. Abraços demorados. Beijos. Massagens. Um bocadinho de ciúmes. Reciprocidade (claro). Carinhos. Cafunés. Principalmente cafunés.

Descobrir coisas novas. Viajar. O Universo e tudo mais. Você ❤.

Enfim… Sair por aí, sabe?! “Vamos?! Vamos!”. Me chama, me fala, sem neuras. De repente eu vou pra onde você for — e você vem comigo ;)

Like what you read? Give Liz Zorzo a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.