Gotta love

Costumava acreditar que o amor bastava. Afinal, que problema é tão importante a ponto de ser levado tão a sério para que o amor fique em segundo plano? E todos os nossos planos? O amor é digno de atenção, porque se existe amor, existe solução.

Mas é possível amar alguém mesmo quando não existe amor próprio? Já acreditei que não, já acreditei que sim. Talvez fosse esse o verdadeiro amor, aquele que faz com que nos deixemos de lado para amar alguém em primeiro lugar.

Não que seja saudável nem que não traga dor. Pelo contrário: às vezes é essa a dor que nos traga por completo. Mas para estar completo é preciso estar inteiro. E é por isso que o amor vem sempre em primeiro. ❤

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Larissa Karlovic Burgos’s story.