Teatro Negro e Atitude

O Teatro Negro e Atitude é um grupo de teatro mineiro que surgiu em 1993 por Hamilton Borges como parte do MNU (Movimento Negro Unificado), procurando abordar e discutir a discriminação racial, tendo, no início, uma ação mais panfletária e didática. Com o passar do tempo, os integrantes perceberam a necessidade de tornar seu trabalho mais artístico e, assim, estudar e pesquisar teatro, fazendo política através da estética.

Atualmente, o grupo dedica seu trabalho a pesquisa da cultura popular afro-brasileira com a finalidade de construírem uma linguagem cênica que valorize a figura do negro. Como decorrência, um dos expoentes do trabalho do grupo é a ideia do protagonismo negro, que consiste em trazer o negro para frente da cena, como protagonista de sua própria história e como foco central da construção teatral, juntamente com a busca por um corpo que manifeste esse caráter político. Para o encontro desse corpo o grupo mergulha em práticas da cultura negra, como a capoeira, o congado e o candomblé.

O grupo resume sua missão artística da seguinte forma:

“Sua missão é o ‘protagonismo negro’ propiciando que negros e negras sejam sujeitos de suas próprias histórias, encontrado-se no centro da criação artística e, nesse processo, adquiram por referência uma visão mais ampla de sua afro-descendência.”

Dessa forma, a preocupação maior do grupo, enquanto atitude política, é fazer com que seus espectadores se reconheçam na cena, conheçam um pouco mais de sua história, do que não lhes é contando, para que se posicionem, defendam seus direitos e hajam de forma a promoverem sua cultura e suas origens.

O grupo se envolve em diversos projetos que promovam o direito de acesso a arte e cultura da periferia. Um desses projetos é a Mostra Puxadinho realizada pelo Grupo e pela Cóccix Companhia Teatral este tem como principal característica a realização de espetáculos teatrais em locais “não convencionais” tais como: lotes, becos, ruas e praças tidas como de difícil acesso. A encenação em locais como estes refletem toda a política do grupo e proporcionam características cênicas interessantes, uma vez que o contato com o espectador é intencional e necessário para o decorrer das apresentações, contendo estruturas relativamente abertas e sujeitas a pequenas modificações, é um teatro que se sustenta na relação com o público.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Lorena Braga’s story.