TPM

Eu vejo muita gente reclamar de TPM: homens, mulheres, crianças. Mas grande parte desses meliantes não sabe o desprazer de ter que sentir, uma semana por mês, coisas complexas e antagônicas.

Os homens são os que mais me irritam, sério. Utilizam-se de argumentos esfarrapados que são ditos como verdades tão óbvias que me fazem ter TPM fora do período “correto”:

  • Você reclama de TPM e cólica porque não sabe como é a dor de um chute no saco — Não, eu não sei, mas você também não sabe a dor e o desconforto que sinto TODO MÊS
  • Um absurdo. Mulheres usam TPM de desculpa pra tudo — Não, não usamos (só às vezes, principalmente quando você está sendo insuportável — como agora)
  • Vocês (mulheres) não sabem se controlar? Não conseguem controlar seus hormônios? — Oi? Não, claro que não. Por pior que seja, a mulher tem o direito de escolher se toma remédios ou não. Eu não vou me medicar por causa disso.

Alguns exemplos apenas. Claro. Eu tenho sorte de não ter tanto cara babaca assim na minha vida. (Mas se alguém quiser citar outros exemplos nos comentários, sinta-se à vontade) As mulheres me irritam também (quer dizer, todo mundo me irrita nessa época):

  • Noooossa, eu não tenho TPM — Aqui amiga, parabéns, toma um jiló, já que chocolate você não merece mesmo

As pessoas parecem não entender como é sentir raiva, vontade de chorar, de ficar sozinha, carência, tristeza, fome e ansiedade ao mesmo tempo, por sete dias. SETE. FUCKING. DIAS. Sem contar os dias que você está lá sangrando, miserável, se curvando sobre si mesma.

Para ser sincera, nem eu mesma me entendo nessa época. Não entendo as pessoas, também. Parece que elas pressentem o quanto estou mal e enviam as mais chatas em bando. Por isso a tendência é comer muito chocolate e coisas fritas.

TPM também é aquela época na qual você quer se isolar no seu quarto. Sentir seu travesseiro contra seu rosto é o melhor alento. É o momento no qual você quer correr da academia, pois parece que andaram usando seus seios como saco de pancada, de tão doloridos. E é também quando você pode comer várias besteirinhas. Amiga, ninguém vai julgar. Sabemos que é para o seu bem e sanidade mental. Sim. Escrevi isso sob influência da TPM. Estou sentindo minha cabeça latejar, o sangue está fervendo. E não há motivo algum para isso. Meu desejo é me afundar em um balde de Nutella e não sair enquanto não esvaziá-lo. Ou então tomá-lo de canudinho enquanto choro ouvindo músicas bobas.

Se você lendo isso, estiver de TPM, vem dividir um chocolate comigo. Se você lendo isso, tiver alguém próximo que esteja de TPM, dê um chocolate a ela. E se você lendo isso for homem, deixo aqui registrado que cada “você não sabe como é a dor de levar um chute no saco” será respondido com um chute real. Pelo menos, assim, posso descontar a raiva louca e tirar um teco de satisfação.

Imagens: Donnie Darko — New Girl (Jessie) — Papo de Homem


Originally published at www.ideiasemblocos.com.br.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.