Dessa vez

Anos de reclusão. De fuga. Tendência ao medo

Não é diferente dessa vez. Medo, muito medo. E esse medo tenta afogar minha empolgação.

Não é diferente? Será? Tem algo aí. E agora tem algo aqui.

Quero mais uma vez. É sim diferente dessa vez.

Vai ser diferente dentro de mim. Não me preocupa o futuro. Só quero me deixar levar.

Só dessa vez.

Roberta Scheer
Like what you read? Give LOUCOTIDIANO a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.