Libertação

De hoje em diante direi somente palavras unisignificantes

Me libertarei de todos os duplos que existem

E dos triplos ligados por duplos disfarçados

Não mais viverei com metapensamentos

Sobre o meu metacarater

Alimentando um metahumor

– Viverei, somente

Sem pensar, descrente

De tudo, como sempre fui

Mas sem aquele sorriso descontente

De quem fala e pensa que fala, sobre o que fala e como fala

Como um ouvinte interno

Paterno

Com vara de marmelo

Pronto para castigar

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.