A mar

é tão fácil esquecer de mim quando estou dentro de você
é sempre tão livre estar a mercê da sua força
quando te vejo em toda sua beleza, reluzindo ao sol

me convida para sua profundeza e me envolve no teu abraço gelado
me empurra e me puxa, carrega meu corpo no teu
molha minha pele, me faz leve
me agarra com força e me arremessa no teu interior

lava minha alma, minhas mágoas, minhas dores
leva tudo e me deixa só com o essencial

me carrega em teu ventre infinitamente azul
me mostra tuas armadilhas, faz arder minhas feridas

nos teu braços deixo-me perder, para sair novo de dentro de ti