Bel Pesce e o empreendedorismo de palco: porque a Menina do Vale não vale tanto assim
Izzy Nobre
3.5K373

Putz eu achava que era tão óbvio tudo isso, mas pelo visto não…

Quem está ativo no mercado de trabalho na área de computação e TI lida todos os dias com profissionais Bel Pesce por ai. Tenho 3 majors e 2 minors em detectar esse povo sofista da área.

Só engana quem é juvenil e sem experiência. Sabem tudo mas não sabem porra nenhuma. Diz que é Dev Sênior, mas tem o github pior que o meu que nem trabalho como desenvolvedor. Diz que programa em 10 linguagens diferentes, mas programa em Java como se estivesse programado em C. É Sysadmin Sênior, mas não automatiza porra nenhuma, faz tudo na mão, toda hora a mesma coisa.

É DBA, mas só se for no db tal e tal e se tiver aquele sgbd fantástico que é o único que ele usa. É especialista em UX, mas na verdade só faz um frontzinho bonito coloridinho que funciona de uma maneira burra e porca. É da equipe de suporte, mas não lê documentação de nada e vive acomodado dentro do mundinho da sua empresa. É diretor de TI da repartição pública do caralho a quatro, mas fica atravancando mudanças e não está nem ai se o único navegador homologado é o internet explorer 8 e o server utilizado é um windows 2003. Enquanto isso fica tagarelando sobre políticas de segurança pra fingir que trabalha.

Poderia ficar o dia inteiro falando dos profissionais Bel Pesce desse Brasil varonil, mas já tá tarde e eu tenho que trabalhar amanhã honestamente, exercendo a minha profissão sem enganar ninguém e fazendo um bom trabalho. Não nasci com a vontade nem vocação de ser mais um pilantra ai no mercado.

Um vai tomar no cú especial para todos vocês que escolheram a profissão errada, deveriam ter ido pra área de humanas onde o discurso vale mais que a prática.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.