Desaguar

Entre as pernas, o vermelho escorre

Percorre até a próxima vez

Desfez o nó daquele cio

Rio profundo estancado a insensatez

Refez o ventre que abriga

Viga de silêncio e dor

Flor desabrochada em vazio, fio a fio

Rio seco perde a cor


Seu coração aqui embaixo pode levar o Desaguar a ser rio em outras pessoas. ❤