Sobre(viva) as coisas (in)evitáveis

créditos PEXELS

Tem passagem que te leva pra onde você quiser
Mas ainda não inventaram a passagem que te faz fugir do tempo;
Muito menos passagem que te faz fugir de você

O tempo passa e você passa no tempo,
O tempo faz “tic”, seu coração faz “tac”
 E por ironia do destino, nosso “tac” dura menos do que o “tic” do tempo

Então é preciso saber bem por quem e pelo que nosso coração faz “tac”,
Pra que essas preciosas batidas não sejam arrependimentos no fim de tudo

E por mais que hoje existam arrependimentos, e que eles soem como os sinos da catedral em sua vida,
Enquanto houver “tac”, tudo é possível(genérico falar isso, eu sei…)

Viradas acontecem o tempo todo, e por mais que hoje pareça que você está enfiado na lama até

A gente se pergunta muito: “e se eu morresse hoje?”
(isso não é uma escolha, não depende de você)
Que não para pra pensar “e se eu vivesse hoje?”
O “tic” do tempo é inevitável,
Mas aproveitar cada “tac” de forma consciente
Sem economia,
Acho eu que seja a melhor forma de se viver

Acho que economizar sorrisos nunca fez ninguém mais rico,
Tenho a impressão que na realidade o sorriso é uma das únicas coisas que rende mais juros que o rotativo do cartão de crédito quando compartilhada.