Como é para mim o que eu amo

Quando me perguntam o que é para mim o que algo que amo;

o silêncio consome a voz e toma conta dos outros sentidos,

dia a a dia percebendo cada toque, cheiro e resvalo,

das sensações que me fecham os olhos e incita a respiração,

outras que entopem os ouvidos e toca a pele.

Como é para mim o que eu amo;

é a brisa de um dia quente que chega sem avisar,

o cheiro de comida quando a fome avisa,

o consolo solidário em um momento de tristeza.

Como é para mim o que eu amo;

são essas sensações que ganham pele, carne e ossos,

me invadem com cheiro que perfume nenhum equivale,

e me tocam com mãos apertadas.

beija a boca e coração sem licença,

toma a atenção da minha paixão.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Lucas Alencar’s story.