Lembro de naquela noite da minha apresentação, na saída ter esquecido minha blusa no camarim. Nós estávamos todos juntos (Eu, Ela, a irmã dela, e dois amigos meus), disse a todos que iria dar uma corridinha ali para pegar a blusa e que voltava logo, puxei ela junto comigo e corremos.. Ao chegar lá, peguei minha blusa e disse a ela..

  • É incrível estar aqui não é mesmo?!

Ela deu aquele sorriso mais louco do mundo e respondeu.

  • Hahahha Sei lá, acho que sim, na verdade sim.

Logo em seguida respondi.

  • Hahah Isso é a melhor coisa do mundo, eu amo ser artista, amo ainda mais quando tenho alguém que também ama a mesma coisa que eu, e tudo isso fica ainda melhor quando…

Nesse momento eu fingi que alguém entrou e olhei para os fundos, foi quando ela também olhou, e assim que ela virou de volta para perguntar o que eu vi, dei um beijo nela. Foi o melhor beijo do mundo, coloquei uma mão em sua cintura, outra em seu pescoço, encostei ela na parede e comecei a beijar bem lentamente, enquanto aquela famosa “mão boba” agia..


Naquela parte do camarim haviam pequenas salinhas individuais, sabia que ali não havia mais ninguém ninguém além de nós, foi quando puxei ela para uma delas, e tudo aconteceu ali mesmo, a melhor transa do mundo. Tiramos a roupa e ficamos praticamente nus, fizemos bem devagar, de beijinhos até…..

No meio de tudo fomos surpreendidos com alguém batendo na porta..

  • Tem alguém aí??

Respondi assustado e rapidamente..

  • Siiiim, já estou saindo.

Colocamos as roupas bem rápidinho, e eu abri a porta e sai primeiro, vi que seja lá quem for, havia saído, foi então que corremos e saímos de lá.

Todos estavam procurando por nós, foi então que dissemos que haviam pegado minha blusa e levado para outro lugar, onde fomos procurar e etc… haha, uma desculpando meia boca, só para não ficar tão má cara, até porque ela estava meio descabelada.