Acompanhe um político sem curtir a página
Edney Souza
1447

Muito boa a dica! Eu mesmo curto várias páginas de políticos e influenciadores por profissão e posso (sem saber) ter sido excluído por algum amigo.

O curioso é mesmo a dificuldade que muitas pessoas sentem em conviver com o contraditório — e, mais difícil ainda, explicar como funciona o feed de notícias do Facebook para essas pessoas. Faço de tudo para não viver dentro de uma bolha ideológica, porque não acredito que segregar as pessoas por suas posições políticas seja o caminho ideal. Na minha cabeça, não existem verdades absolutas, e até mesmo nisso eu admito que posso estar errado.

Mas é difícil explicar isso para quem te vê acompanhando a página do Bolsonaro ou do MST e automaticamente te classifica como “reaça” ou “esquerdopata”. Vivemos tempos de opiniões extremas, e dar ouvidos ao outro lado — por mais fascista que o outro lado possa parecer em suas convicções — é cada vez mais raro.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.