Expulso do Céu

GOOGLE IMAGENS

Voei até o paraíso para cair no inferno, andei entre lobos e ovelhas e mesmo assim continuo sem saber o que me define. Talvez minha nuvem negra de estimação é que atrapalha minha visão, acho que enchi demais minha bagagem e agora ela corta minhas costas sem piedade

O demônio sorriu para mim, enquanto afiava sua navalha. Cada dia que passa é mais confuso e obscuro. Meu Deus cadê minha paciência? Estou virado na irá de um homem sem coração.

Não tenho mais ar para prosseguir, mas também não posso parar no meio da pista e ser atropelado pelo passado. A vida é apenas mais uma mentira solitária, tentei costurar minhas próprias asas, mas já não tenho para onde voar.