Expulso do Céu

GOOGLE IMAGENS

Voei até o paraíso para cair no inferno, andei entre lobos e ovelhas e mesmo assim continuo sem saber o que me define. Talvez minha nuvem negra de estimação é que atrapalha minha visão, acho que enchi demais minha bagagem e agora ela corta minhas costas sem piedade

O demônio sorriu para mim, enquanto afiava sua navalha. Cada dia que passa é mais confuso e obscuro. Meu Deus cadê minha paciência? Estou virado na irá de um homem sem coração.

Não tenho mais ar para prosseguir, mas também não posso parar no meio da pista e ser atropelado pelo passado. A vida é apenas mais uma mentira solitária, tentei costurar minhas próprias asas, mas já não tenho para onde voar.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.