Metrô Estácio “cobra”* R$ 3,50 de taxa para saque no caixa eletrônico

Imagina que você está entrando na estação de metrô da Estácio e sem dinheiro para comprar a passagem. Mas aí olha lá dentro e tem caixa do Itaú, Banco do Brasil e Banco 24h. Oba!

Percebeu a parte do “la dentro”? É lá dentro mesmo.

Sim, precisa comprar uma passagem para passar a roleta e sacar dinheiro. Mas e se você não quiser viajar no metrô, apenas o dinheiro? Precisa também. E se você precisar do dinheiro para comprar a passagem? Simples. Compra uma passagem, passa a roleta, saca o dinheiro e volta para comprar a outra passagem :-)

Alguém me explica?

“A violência. Ali dentro você consegue sacar em segurança. Não tem assalto no metrô do Rio”. Não? Bom, não é o que parece. Nas outras estações é assim também? E considerando o mundo de Malrboro que é do lado de fora da estação, árido, sempre sol, nada perto e alguns pivetes escondidos, é o melhor lugar mesmo. Mas dentro, depois das roletas??

Qual a outra opção? Caminhar no mínimo 1km até o banco mais próximo, dependendo de qual for, para tirar o dinheiro e voltar para comprar a passagem.

O segurança para quem perguntei a respeito — muito educado — me disse que já teve casos e mais casos de discussões acaloradas a respeito e que eles, os funcionários, já levaram ao chefe o problema. Mas este chefe não quis mudar.

Eu não estou conseguindo ver a genialidade por trás dessa decisão. Se alguém souber, por favor me explica mesmo. Pra mim, parece que é só uma oportunidade do metrô de vender passagem para quem não precisa. E não me parece muito certo. Com a palavra, o chefe da estação do metrô no Estácio.

* as aspas são para colocar o “cobra” no sentido figurado, ok, advogados?

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Lucas Dantas ’s story.