Um Partido Sem Ideologia

Enquanto muitos partidos articulam por favores, votos em suas próprias ideologias, o PMDB se vende, partido sem ideologia que apenas articula para ficar no poder, se aproveita por ser um pega-tudo da política, ou seja tem políticos da esquerda-liberal e conservadores, podendo assim atacar para qualquer lado fornecendo base para outras siglas. Nada mais é que um espelho de seu último presidente, Michel Temer, que ficou 15 anos como presidente nacional do partido. Aqui vai alguns dados sobre seu maior articulador:

1 — Temer já foi eleito 2 vezes Presidente da Câmara dos Deputados. Sim, a casa mais corrupta do país, onde mais da metade dos parlamentares estão envolvidos em esquemas de corrupção e em sua maioria são do partido do presidente. Ele presidiu de 1997 a 2001, quando articulou com o governo FHC para ter uma base. Depois presidiu em 2009 e 2010;

2 — Durante o governo de Lula, Temer fez o que seu partido sempre fez: Articulou para ficar do lado de quem está ganhando. Logo, articulava com FHC, depois com Lula. Já sabemos que o PMDB é partido sem ideologia. Abriga várias alas conservadoras, de esquerda, e de direita, sendo assim sempre será a base de qualquer governo que o país tiver;

3 — Como já sabemos, o PMDB é o maior partido que governa no país, é o partido com mais filiados, tem mais deputados na câmara, é o que mais tem prefeituras, ministros, tudo, absolutamente em todas as áreas do país o PMDB tem maior representatividade.

4 — Segundo documentos oficiais do governo americano, Temer era um informante da embaixada dos Estados Unidos no Brasil, sendo descrito como um trunfo, onde promovia os interesses das empresas americanas em vários documentos diplomáticos. Parece que Temer não é pouca coisa, e muito menos uma pessoa decorativa.

5 — Temer foi presidente do PMDB por 15 anos, como se tornou presidente do país, quem assumiu a presidência do partido foi seu vice, Romero Jucá, aquele do “estancar a sangria e delimitar a Lava a Jato.” Ainda tinha Geddel, do bunker dos 50 milhões de reais, como secretário.

De todos, o PMDB se sobressai em deixar escancarado que não tem importância por pauta alguma, e sim por poder, por se manter, apenas isso.

(Brasília — DF, 26/09/2017) Cerimônia de Lançamento do Plano PROGREDIR: Qualificação, Emprego e Renda para Quem Mais Precisa. Discurso do Presidente da República, Michel Temer. Foto: Marcos Corrêa/PR