Prateleira

Sou uma prateleira empoeirada.

Meus enfeites se tornaram lixo.

Minhas peças se tornaram sucata.

As vezes sou limpo de toda essa poeira.

Mas não demora muito para ela voltar e me cobrir por completo.

Me vejo cercado de tantos móveis limpos e novos.

Qual seria minha utilidade no meio de tanta beleza.

Eu que já tive um papel importante nessa sala.

Hoje sou apenas um grande pedaço de lixo.

Esperando ansiosamente o momento de meu reparo.

Esperando ansiosamente o momento que serei completamente esquecido.

Esperando ansiosamente o momento que serei jogado fora.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Lucas Porto’s story.