“Love” — Alexander Milov (Festival Burning Man 2015)
“A escultura ‘AMOR’ demonstra um conflito entre um homem e uma mulher, bem como a expressão exterior e interior da natureza humana. As figuras dos protagonistas são feitas na forma de gaiolas de metal grandes. Suas naturezas interiores estão representadas sob a forma de crianças transparentes, que estão tentando reconectar-se pelas mãos através da grade. Ao entardecer, as crianças na obra começam a brilhar e este brilho simboliza a pureza e sinceridade que une as pessoas e nos dá a chance de reconciliar quando o tempo escuro chega”. — Alexander Milov explicando sua obra para o Festival Burning Man 2015.

Precisamos acessar essa natureza interna para destravar os conflitos da nossa sociedade, mas primeiro devemos entender os nossos próprios, pois somos parte inseparável dela.

Sejamos novamente crianças, com sua inocência e sinceridade para nos conectarmos com o que realmente importa, que é a nossa trajetória nesse mundo e nossa conexão interpessoal.

O desentendimento, preconceito, raiva e ódio são amarras da mente que nos impedem de seguir o caminho.

Firme a sua presença no agora e transforme aos poucos a realidade que não gosta. Não tente modificar o outro antes de entender e desatar os conflitos que carrega em si próprio.

Felicidade é a maior busca humana e ela não tem nada a ver com a matéria. Tem a ver com a travessia ou o processo, muito mais do que com o destino ou a vitória. Tem a ver com pessoas e as experiências acumuladas durante todo o trajeto.