O islã e o século XXI — O ódio unilateral
Edson Weslenn
181

Muito bom, esclarecedor. A distinção entre as ordens cosmológica e histórica é fascinante. Sinto falta de um debate maior sobre a Sharia. Como ela se relaciona com o Corão, detalhes sobre a sua constituição, etc. Até que ponto uma cultura islâmica não pode relativizar a Sharia, “historicizá-la”, modernizá-la? Isso parece possível tendo em vista certos indivíduos muçulmanos que vivem na Europa, e mesmo alguns países de maioria muçulmana. A impressão que tenho é que o modo como a Sharia é vivida e refletida pode ser afetada pela história, o que sinalizaria para uma cultura islâmica menos sujeita aos abusos da sua cosmologia. Ou estou sendo muito ingênuo? Me faltam elementos sobre a Sharia para aprofundar essa reflexão…

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Lucas Petry Bender’s story.