em um livro de murakami grifei:

inexistência de intensidade
esse louco gosto que habita certas pessoas
que preferem o morno 
ao totalmente quente ou totalmente frio
o que é passado não volta mais, 
o que é passado não volta mais.
e todos os erros ficaram lá
passaram
ao mesmo tempo que te trouxeram cá
erros, mais persistentes que os livros
na cabeceira, sobreviventes
só porque fiquei com pena de mandar 
tudo de volta pra estante.

engraçado
livros relidos,
café passado totalmente morno
ou nós:
tudo. do pó veio, ao pó retornará.

em um dos livros de murakami
grifei:
"enquanto a música estiver tocando, 
você deve continuar a dançar.
"

Like what you read? Give Lucas Schwantes a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.