Chamas de uma Guerra: O Incrível Hulk

Continuando a série de criticas até o lançamento de Guerra Civil, hoje analiso o filme que muitos esquecem que é parte do Universo Marvel uma vez que poucos elementos desse filme foram aproveitados em filmes futuros.

O incrível Hulk é a história de Bruce Banner, um cientista que acidentalmente é atingido por raios Gamma e ao ficar com raiva ou stress, se transforma em um monstro verde e extremamente forte chamada Hulk.

O filme começa com uma rápida recapitulação da origem do personagem, que é uma variação da origem criada na série de televisão dos anos 70, onde o acidente que transforma Bruce em Hulk é em um laboratório e não em um teste de bombas nucleares como nos quadrinhos. Após essa rápida abertura, encontramos Bruce Banner escondido em uma favela do Rio de Janeiro, trabalhando em um fabrica de refrigerante, procurando uma cura e treinando para controlar sua raiva. Mas após um pequeno incidente revelar sua localização, Bruce tem que fugir do exército e voltar para os Estados Unidos a procura de uma cura para o Hulk. Ao longo do caminho ele irá encontrar sua ex-namorada Betty Ross, seu principal inimigo General Ross(pai da Betty) e irá enfrentar o Abominação (Tim Roth).

O filme é pouco lembrado principalmente pela falta de momentos memoráveis que são comuns ao universo Marvel nos cinemas. Tudo no filme parece ser simplesmente decente. As cenas de ação são as esperadas, os efeitos são aceitáveis para a época e as atuação são boas mas nada é destacável.

Edward Norton interpreta Bruce Banner e ele cumpre bem o papel do cientista com um monstro que pode escapar a qualquer momento se ele se descuidar. William Hurt como General Ross é uma boa escolha, trazendo o ar de autoridade necessária para o personagem. Tim Roth é uma escolha estranha para o papel do Abominação. O ator nunca teve um físico para interpretar um mercenário e isso não muda nesse filme, e não ajuda muito quando o ator é substituído pelo monstro de computação gráfica que não tem o visual nem próximo ao personagem dos quadrinhos.

O incrível Hulk é o filme mais esquecido da Marvel e irá continuar assim, e em um mercado onde filmes como Guardiões da Galáxia e Homem Formiga são sucesso de bilheteria, não há necessidade de fazer uma sequencia para esse filme especificamente.